API NFe: o que é, vantagens, como integrar e como escolher

A API NFe é uma solução que pode oferecer diversos benefícios ao seu negócio, uma vez que automatiza todas as tarefas relacionadas à emissão e à gestão de notas fiscais. Ela pode ser a ferramenta ideal para o dia a dia de uma empresa. Afinal, apresenta todos os recursos necessários para descomplicar atividades burocráticas e que tomam  tempo.

Nunca ouviu falar sobre isso e quer entender melhor? Basta continuar lendo para aprender tudo sobre o assunto. Neste texto, explicamos o que é API NFe, quais são as suas vantagens, como integrá-la em seu sistema e como escolher uma. Confira!

O que é API NFe?

API é a sigla para Application Programming Interface, que em português pode ser traduzido como Interface de Programação de Aplicações. Basicamente, é um conjunto de códigos de programação que facilita a integração entre sistemas.

Ainda está muito abstrato, não é mesmo? Então, vamos simplificar ainda mais! A API é responsável por entregar alguma funcionalidade pronta ao sistema que ela está integrada. Pode ser uma forma de pagamento, uma ferramenta de marketing ou qualquer outro serviço.

No caso da API NFe, fornece-se a emissão e o gerenciamento automático de notas fiscais eletrônicas.

Por exemplo, imaginemos que você tem um e-commerce e precise fazer todos os processos relacionados à NFe de forma manual. Com certeza isso toma muito tempo e, em algum momento, ficará insustentável.

Então, para solucionar esse problema, você implementa uma API NFe em seu e-commerce para que todos os processos sejam realizados de forma totalmente automática assim que um consumidor compra algo.

Agora ficou mais claro, não é? A API se integra e fornece recursos prontos a outro sistema para que ele não precise conhecer os detalhes de como realizar a tarefa, tornando a implementação mais simples e barata.

Uma API NFe faz exatamente isso. O único detalhe é que ela foi criada com o intuito específico de automatizar tarefas relacionadas à gestão de notas fiscais.

Leia também: Como fidelizar clientes e melhorar seus resultados?

Quais são as vantagens de uma API NFe?

A API NFe pode proporcionar inúmeras vantagens a empresas de diversos segmentos. Separamos os principais benefícios para que você consiga entender o que seu negócio pode ganhar com a implementação. Veja a seguir:

  • automação de tarefas burocráticas e trabalhosas;
  • otimização da produtividade;
  • melhor organização e redução de erros.

Automação de tarefas burocráticas e trabalhosas

Atividades que envolvem emissão e gestão de notas fiscais eletrônicas são extremamente burocráticas e trabalhosas. Por causa disso, demandam muito tempo da equipe se realizadas manualmente.

Em alguns casos, é até mesmo inviável realizar essas tarefas de forma manual por conta da enorme quantidade de notas fiscais que precisam ser geradas.

A API para emissão de notas fiscais eletrônicas pode ser uma ótima solução para esses cenários. Afinal, ela automatiza todos esses processos e permite que o seu time direcione seus esforços a outras atividades importantes para a companhia.

Otimização da produtividade

A API NFe contribui diretamente para a melhora da produtividade, uma vez que é responsável por descomplicar uma série de tarefas burocráticas.

É indiscutível que a emissão e gestão de notas fiscais deve ser realizada de forma correta pelas empresas. Contudo, ter uma equipe focada nessas tarefas também não é bom para o seu negócio, porque não é algo que efetivamente ajuda no crescimento.

Por isso a API NFe é tão vantajosa. Ela é uma solução que ajuda a realizar a gestão de notas fiscais da forma mais adequada possível. E, ao mesmo tempo, dá liberdade para o seu time a focar em outras atividades, que podem contribuir diretamente para o crescimento do negócio.

Melhor organização e redução de erros

Como destacamos nos tópicos anteriores, as atividades que envolvem as notas fiscais são trabalhosas. E o que acontece quando alguém precisa lidar com uma grande quantidade de tarefas assim? O cansaço chega e os erros começam a aparecer.

Isso é um grande problema, porque notas fiscais preenchidas com dados incorretos irão gerar retrabalho e podem resultar em devoluções de pedidos, reclamações, processos de clientes e até mesmo complicações com a Receita Federal.

Esse é mais um caso no qual a API NFe pode ser extremamente vantajosa para o seu negócio. Com a emissão automática, você tem a garantia de que todas as informações serão preenchidas da maneira correta.

Além disso, ela contribui em outro ponto: na organização das notas fiscais geradas. Essa é outra tarefa que pode ser complicada se realizada manualmente. Mas, com a API, todos os documentos são armazenados de forma organizada e podem ser consultados com facilidade.

Confira também: Como um software pode tornar minha empresa mais lucrativa?

Como integrar uma API NFe?

Não é possível explicar como integrar uma API NFe com um passo a passo simples e preciso, porque é um processo que demanda várias etapas que variam de acordo com diversos fatores, como a linguagem de programação da API e do seu sistema.

O caminho ideal para entender como fazer essa integração, é lendo a documentação que a API para emissão de notas fiscais eletrônicas disponibiliza.

Todas as API’s possuem uma documentação, feita por seus desenvolvedores, que explica como realizar a integração e diversos outros aspectos relacionados à utilização dos recursos.

Portanto, consulte a documentação e, se possível, tenha a ajuda de um profissional de programação para implementar os códigos corretamente. Dessa forma, é possível evitar que ocorram problemas causados por uma implementação incorreta.

Como escolher uma boa API NFe?

A escolha de uma solução para a empresa sempre é uma tarefa difícil, não é mesmo? Afinal, ninguém quer fechar uma parceria que não é benéfica.

Sendo assim, para te ajudar a fazer uma boa escolha, separamos três dicas para seguir durante esse processo:

  • identifique as necessidades do seu negócio;
  • avalie se a API realmente oferece tudo que você precisa;
  • compare os diferenciais das opções disponíveis.

1. Identifique as necessidades do seu negócio

Para escolher qualquer produto que seja, o primeiro passo deve ser a análise das suas necessidades, porque, assim, é possível identificar com exatidão o que você está precisando.

Nesse caso, é a mesma coisa! Primeiramente, identifique quais problemas relacionados às notas fiscais que o seu negócio está vivenciando.

Ter essa informação bem definida antes de partir para a procura de uma API NFe ajudará a realizar uma seleção mais precisa das soluções que podem efetivamente beneficiar o  seu negócio.

2. Avalie se a API realmente oferece tudo que você precisa

Em seguida, é preciso pôr a mão na massa e pesquisar em diferentes canais (Google, indicação, redes sociais, etc.) quais são as soluções disponíveis no mercado.

Após você ter reunido aquelas que parecem entregar o que você precisa, avalie-as mais a fundo para confirmar se realmente é o que parece.

Para isso, use todos os recursos disponíveis que podem te ajudar a conhecer melhor a API NFe. Pode ser um teste grátis, uma demonstração, uma reunião com um representante. Utilize tudo que estiver ao seu alcance para conhecer a solução antes de contratá-la.

Veja também: 8 práticas para organizar o setor financeiro de uma empresa

3. Compare os diferenciais das opções disponíveis

Por fim, caso mais de uma opção tenha se mostrado uma boa solução para o seu negócio, compare os diferenciais que elas proporcionam e avalie quais fazem mais sentido para a sua empresa.

Pode ser um valor mais baixo, um suporte mais presente e confiável ou qualquer outro fator. O importante é sempre se lembrar da primeira dica e avaliar todos os aspectos de acordo com o que seu negócio precisa.Este artigo foi escrito pela NFE.io, um sistema que descomplica a emissão e o gerenciamento de notas fiscais com o intuito de otimizar o tempo, a produtividade e o lucro das empresas.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

cinco × três =